Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

TEXTOS EM PROSA

Textos pessoais em prosa, citações de livros, letras de músicas, vídeos especialmente de "dance- music", comentários a certo tipo de imprensa etc.

TEXTOS EM PROSA

Textos pessoais em prosa, citações de livros, letras de músicas, vídeos especialmente de "dance- music", comentários a certo tipo de imprensa etc.

DO QUE É QUE GOSTAM!



Hoje, de manhã, não conseguindo captar a Kiss FM Lisboa, fiquei sintonizado na Antena 2 durante algum tempo.
Começaram por dizer que uma jovem, que suponho licenciada, havia feito, nos seus tempos de universidade, um trabalho sobre António Ramos Rosa.
A seguir passaram a leitura de um poema pelo próprio autor, Ramos Rosa, do qual, como habitualmente, não  captei o que o homem quer dizer, mas também não percebi   a maior parte das palavras, quer fosse por defeito da gravação quer fosse pela deficiente dicção do poeta da modernidade. Porém, isto não tem qualquer surpresa, uma vez que, como o demonstra o escritor Vergílio Ferreira, no seu diário, o poeta da modernidade  dos seus versos apenas sabe que são anti-discursivos, quanto ao que diz neles não faz a mínima ideia.
E, por fim, não sei se em directo ou em gravação começam a falar duma iniciativa qualquer, de cujo nome não me lembro e na qual participa a dita jovem, que a dado passo diz que receberam um projecto de jardim ideal da autoria de alunos de uma escola, sendo que a professora também participa perguntando aos alunos o que é que gostam o que é que não gostam, frase esta construída em português macarrónico.
Que crédito se pode atribuir aos elogíos da poesia do poeta da modernidade, expressos por quem não domina a língua materna?
 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.