Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

TEXTOS EM PROSA

Textos pessoais em prosa, citações de livros, letras de músicas, vídeos especialmente de "dance- music", comentários a certo tipo de imprensa etc.

TEXTOS EM PROSA

Textos pessoais em prosa, citações de livros, letras de músicas, vídeos especialmente de "dance- music", comentários a certo tipo de imprensa etc.

Joseph Heller - Pânico II

     Os filmes indecentes tornaram-se melhores, ao que me dizem. Obscenidades e armamento sãos duas áreas em que nos aperfeiçoámos. Tudo o resto piorou. O mundo vai perdendo a força. Já não se consegue comer bom pão nem se quer em bons restaurantes (trazem-nos pãezinhos comerciais), e há menos restaurantes bons.(...) A planície frutícula está coberta de insecticidas e adubos químicos. Até a bosta de cavalo pura é difícil de encontrar nos dias de hoje.(...) As caras dos ricos e dos pobres envelhecem desde a nascença com as mesmas rugas apertadas e ressequidas de mesquinhez e insatisfação. As mulheres parecem-se com os maridos. Deus não tinha computador. Teve que usar barro, que era mais difícil de trabalhar, e uma costela humana, que era um pouco mais facíl. Deus era justo e razoavelmente ambicioso, mas de um modo rudimentar. Teve que servir-se de uma cheia uma vez (não podia pensar em névoa de poluição ou em gás dos nervos) de fogo e enxofre. As pessoas entre os ricos e pobres irradiam mal-estar. Não sabem de que terra são. Ouço a América a cantar pirem-se.(...)

Pags. 406,407.