Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

TEXTOS EM PROSA

Textos pessoais em prosa, citações de livros, letras de músicas, vídeos especialmente de "dance- music", comentários a certo tipo de imprensa etc.

TEXTOS EM PROSA

Textos pessoais em prosa, citações de livros, letras de músicas, vídeos especialmente de "dance- music", comentários a certo tipo de imprensa etc.

A MATEMÁTICA!

As entidades competentes continuam a relacionar, falaciosamente, o péssimo desempenho dos portugueses na disciplina de matemática com  os métodos de ensino desta matéria.
A matemática, em si, é um conjunto de operações aritméticas, regras, axiomas, postulados etc., ou seja, tudo aquilo que é possível ensinar, e isso sabe a maioria dos alunos que obtêm maus resultados neste campo.
A dificuldade surge na resolução de problemas quer estes sejam cálculos matemáticos, quer sejam situações em que é necessário tomar decisões correctas, ou seja, tudo o que depende do raciocínio, e a capacidade de raciocinar com facilidade é um talento nato, à semelhança dos talentos para o canto, para a pintura, para a escrita etc.

O que se passa, hoje, no desporto nacional é a prova acabada  da incapacidade que os portugueses, em geral, têm para raciocinar bem:

Uma equipa, que há longos anos tem tido desempenhos medíocres em todas as competições em que tem participado, não vai inverter a situação com uma hipotética presença na liga dos campeões europeus;

Por outro lado, um clube, que há decadas tem vindo a alcançar êxitos notáveis em qualquer das provas em que participa, não vai perder o rumo se, eventualmente, ficar, um ano, fora das competições europeias;

Já a eventualidade de a equipa mais bem apetrechada para arrancar pontos para o "Ranking" da UEFA não participar nas competições desta organização irá, no futuro, não só reduzir o número de equipas portuguesas participantes, mas também as entradas directas nas provas  europeias.

Na resolução duma equação algébrica do 2º grau há duas raízes: uma serve à solução da equação a outra não. Os responsáveis do Benfica obtaram por esta última... 

LONGOS JEJUNS

Até hoje não vi nem tive conhecimento de que, nos jogos disputados pelo F. C. P., ocorresse alguma coisa que não ocorra em quaisquer jogos em qualquer país, excepto no Benfica - CUF, dirigido pelo árbitro Inocêncio Calabote, na última jornada de um dos parcos campeonatos que o F. C. P. venceu em cerca de 40 anos, período esse em que este clube foi o maior, pois que, num país pobre como Portugal, a verdadeira grandeza está nos longos jejuns, sejam eles azuis, vermelhos ou verdes, dos quais, aliás, o F. C. P. parece ter ficado enjoado... Após os 120 minutos de disparates do sr. Malquerença, vivo a pensar numa vitória no próximo jogo, para não lhe perdermos o hábito. Um pequeno descuido e, de um dia para o outro, já estamos num jejum de 3 ou 4 anos...

SERÁ CLUBITE?

Às vezes, a clubite leva-nos a deturpar a verdadeira essência das coisas. Então os prestigiados jornais de grande tiragem Record e A Bola dariam, todos os dias, destaques de primeira página a assuntos sobre o SLB e o SCP se estes dois clubes não pusessem acima de tudo o "fair-play" e a verdade desportiva e não fossem um exemplo a seguir pelos clubes de todo o mundo, excepto, claro, os grandes, porque esses não podem ser uns derrotados logo à partida? Não irei mais além do que continuar a ver a primeira página destes jornais, expostos na rua, que me entra pelos olhos dentro, o que é, não voltarei a indignar-me com os destaques, os quais, antes de esta reflexão profunda, me pareciam mesquinhos, promíscuos, subjectivos, irracionais, alienantes, catalisadores e aproveitadores da natural animosidade dos derrotados morais pelos vencedores principalmente inequívocos. E mesmo que assim não fosse? Se os que até pagam para ler não se importam que os tomem por tolos...