Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

TEXTOS EM PROSA

Textos pessoais em prosa, citações de livros, letras de músicas, vídeos especialmente de "dance- music", comentários a certo tipo de imprensa etc.

TEXTOS EM PROSA

Textos pessoais em prosa, citações de livros, letras de músicas, vídeos especialmente de "dance- music", comentários a certo tipo de imprensa etc.

MAIS RIGOR

Há dias num comentário lido aos microfones da Rádio Renascença, a comentarista pedia mais rigor  ao jornalista Miguel Sousa Tavares, o qual, numa apreciação a uma  asserção do papa a respeito das pessoas que se reúnem em Fátima, terá deturpado as palavras de Paulo XVI.

Este comentário da Rádio Renascença aclarou de modo bastante significativo a confusão que reinava no meu cérebro provocada pela invulgar capacidade de jornalistas-romacistas  lançarem cá para fora romances de 500-600 páginas como quem carrega camionetas de caixas de cerveja... 

FUTURA NÚMERO 1?



Ivan Lendl (Ostrava, 7 de março de 1960) é um ex-tenista profissional tchecoslovaco naturalizado estado-unidense em 1992 e antigo número um do Ranking da ATP. Foi um dos mais vitoriosos jogadores dos anos 80 e do início da década de 1990.

Era um tenista talentoso que se caracterizou pela sua frieza nas quadras. Na sua geração, enfrentou talentosos tenistas como Stefan Edberg, Mats Wilander, Boris Becker e John McEnroe. Alguns o consideram um dos melhores tenistas de todos os tempos.

Parece-me que Мариа шарапова tem um tenis muito parecido com o de Ivan Lendl.
Talvez hoje mostre a sua provável superioridade...

Valodia Teitelboim - A Semente na Areia

 (...) - Vocês, que são mais sábios que os sete sábios de Sião, peço que me digam: pode-se nascer aos trinta anos?
 - É uma advinha, uma brincadeira de crianças? - contra-interrogou Lorenzo, enervado. 
 - É uma pergunta que faço como companheiro - insistiu. - Uma pergunta que talvez devesse fazer à minha nãe. Direi como os evangelistas, porque em rapaz fui pastor protestante e alguma coisa me ficou disso: Senhor, vivia perdido num labirinto! Era cego! Todos os livros estavam fechados para mim como um mistério. Ninguém escrevera nada para mim. Não podia ler nada. Vivia metade, a quarta parte de vocês. Meu Deus, sentia-me fraco com este corpo de gigante, porque era um gigante analfabeto. E um gigante analfabeto vale menos do que um anão.(...) 

Pag.53, Editorial Caminho.

O CASAL DESVENTOSO

Seria aconselhável que o senhor João Botelho e sua formosa esposa (não é? Quem o feio ama...) começassem de imediato a redigir o guião de um filme positivo que ajudasse o Benfica a ganhar, nas competições europeias, pelo menos, os pontos que justifiquem a sua presença nestas provas porque, no dia em que este esbelto casal conseguir derrubar o F . C. Porto, o Benfica só terá acesso às mesmas competições sujeitando-se à sempre imprevisível lotaria das pré-eleminatórias ... 

rádio, televisão, tradução

Nas rádios e televisões e nas traduções de filmes predomina, actualmente, o calão das telenovelas brasileiras e das portuguesas (faltando nestas apenas o sotaque) , daí que sejam os programas de rádio e de televisão boas oportunidades de trabalho para os refugiados da matemática, sendo apenas de estranhar que os ditos tenham conseguido passar a porta estreita da língua portuguesa: provavelmente quem os deixa passar são, também eles, refugiados...

Ainda há pouco Júlio Heitor falando sobre a luta contra o cancro dizia "Um problema que ninguém passa despercebido", é de supor que o «portugalês» animador de rádio da RFM diria em português «um problema que a ninguém passa despercebido».  

Há dias na tradução de um filme lia-se "então agora estás numa de transcendente!"
«Então agora deu-te para o transcendente!» seria uma tradução mais elegante e em português escorreito se a tradutora conhecesse semelhante língua...